Notícia

Redutores IBR

Esteiras Rolantes

NOTÍCIAS INSTITUCIONAIS

Esteiras Rolantes

Conheça um pouco mais sobre o funcionamento, a história e o surgimento desse equipamento que ajudou a sociedade aprimorar os processos industriais, otimizando tempo e gerando menores custos de produção.

Esteiras rolantes, ou esteiras transportadoras, são equipamentos compostos por duas ou mais polias que acionadas geralmente por motorredutores giram em um eixo, transferindo o movimento de giro para um movimento linear em uma superfície. Esse tipo de plataforma em movimento auxilia no transporte de pessoas, materiais, cargas e objetos, proporcionando maior agilidade, facilidade e menor custo ao tráfego.

Os primeiros registros sobre o surgimento das esteiras transportadoras datam meados do século XVII, quando esse tipo de mecanismo era utilizado para o transporte popular de materiais a granel, como por exemplo, sacos de grãos. O sistema de correia transportadora consistia em um cinto que se deslocava sobre a cama de madeira lisa. Estas correias também foram feitas de lona, couro ou borracha e sua utilização se ampliou no início do século XX.

A primeira esteira rolante patenteada foi registrada pelo inventor Alfred Speer, em 1881. Mas, somente em 1893, foi construída, em Chicago, a primeira esteira rolante que entraria em operação. Na sua capacidade total de carga, era capaz de transportar até 31.680 pessoas por hora. Porém, um incêndio a destruiu no ano seguinte.

Sete anos mais tarde, em 1900, Speer e Max Schmidt apresentaram uma nova esteira ao público durante a Paris Exposition Universelle. Ambos criaram projetos e desenvolveram ideias para melhorar o tráfego da cidade na época utilizando esteiras rolantes. Entretanto, preocupações com manutenção do equipamento, medidas de segurança para pessoas utilizarem em dias de chuva ou neve aliados à confiança popular nos ônibus e trens urbanos, fez com que os projetos de esteiras rolantes fossem esquecidos.

Somente no desenrolar da 2ª Revolução industrial que as esteiras tiveram grande influência para a produção e o processo fabril. Nesse período, as esteiras passaram a ter seu uso relacionado com as teorias fordistas, que buscam diminuir o tempo e o custo da produção e consequentemente aumentarem os lucros da empresa.

Porém, apenas meio século depois, com o aumento do tráfego de pessoas nos centros urbanos, levou-se a reconsiderar a esteira rolante como elemento para auxiliar no transporte de pessoas. Todavia, agora com o objetivo de auxiliar a locomoção das pessoas em curtas distâncias, oposto de que ocorria nos primórdios.

A evolução e tecnologia dos materiais empregados hoje em dia em esteiras transportadoras permitem inúmeros tipos de montagens para as mais diversas necessidades de transporte, além de aumentarem muito a resistência ao desgaste e a eficiência, devido aos baixos coeficientes de atrito entre a estrutura e as partes móveis. Dessa forma, cada vez mais as esteiras vêm sendo utilizadas principalmente no setor industrial com a finalidade de grandes reduções de custos logísticos e aumento de agilidade nos transportes.

Conheça nossa linha completa de redutores e motorredutores ideais para esteiras e pontes rolantes industriais em nosso site ou pelo atendimento: 54 3028.9200.

 

Fontes:

http://www.leverengenharia.com.br/consultoria-transporte-vertical/esteiras-rolantes.html

https://pt.wikipedia.org/wiki/Esteira_transportadora

https://esteira2.wordpress.com/2014/11/18/quando-surgiu-a-utilizacao-das-esteiras-industriais/

http://pt.slideshare.net/darasignoretti/tcc-esteira-transportadora

https://en.wikipedia.org/wiki/Moving_walkway

http://mentalfloss.com/article/31236/walk-way-history-moving-sidewalk

http://www.webartigos.com/artigos/a-producao-em-serie-e-a-esteira-industrial/61926/

http://www.engenhariafaz.com.br/2013/09/historia-da-correia-transportadora.html

 

#esteiras #esteirasrolantes #redutores

Cometários